Aprenda a utilizar o seu cartão de crédito e fuja dos juros altos

13.2.2020 (Tempo de leitura: 10 min.)

Blog

É indiscutível que o cartão de crédito é um meio de pagamento que traz grandes vantagens ao seu utilizador. Ele pode resolver seu problema em determinadas emergências, facilitar comprar um bem à vista ou mesmo parcelado. Além do mais, evita que você carregue dinheiro em espécie por aí.

Porém, nunca se deve esquecer que ele é uma ferramenta ou mesmo um meio de pagamento que deve ser usado com muita precaução.

Os cartões de crédito devem ser usados por pessoas que tenham hábitos de consumo saudáveis, e não por aqueles que compram por impulso, adquirindo tudo o que veem pela frente.

É preciso saber a diferença entre uma compra por necessidade e uma por impulso. Afinal, aquele teto de gastos que foi concedido a você é um empréstimo, uma quantia que a operadora coloca em disponibilidade para seu uso e precisa ser paga – obviamente.

Como tudo, nós devemos sempre analisar os prós e contras dos produtos que vamos utilizar. Existem várias vantagens e também muitas desvantagens para quem não sabe como usar um cartão de crédito.

Uma pesquisa recente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontou que, em dezembro de 2019, 65,5% das famílias brasileiras estavam comprometidas com alguma dívida. Dessas, 79,8% das obrigações de pagamento eram no cartão de crédito.

Portanto, um grande número de pessoas está endividado com os cartões, exatamente por não saberem como usar devidamente esse meio de pagamento.

A seguir daremos uma série de dicas para que você use corretamente essa ferramenta.

Estabelecer um limite nos seus cartões e nos seus gastos

Os especialistas na área das finanças dizem que uma pessoa nunca deve ter mais de três cartões de crédito. É uma observação razoável: um número maior do que isso irá dificultar o controle dos gastos, além de ser um convite tentador para entrar em dívidas.

Mesmo se a intenção for pagar suas faturas sempre à vista no vencimento e obter pontos nos programas de fidelidade, este é o limite que eles aconselham.

Desse modo, você poderá ter:

  • Dois cartões como titular
  • Um cartão para alguém da família, compartilhando seu limite como dependente.

Vários cartões podem criar a sensação de que você tem dinheiro para gastar, quando, na verdade, tudo o que você tem é um crédito junto a um banco ou financeira para gastar. Esse crédito está ligado ao seu nome de pagador honesto, e a última coisa que você quer na vida é sujá-lo.

Procure sempre ter cartões que não cobrem anuidades. Isso evitará que você comece seu relacionamento com uma operadora financeira sempre já com alguma dívida.

Uma parcela significativa da população acaba por se endividar com os cartões de crédito porque simplesmente tem limites muito acima do que podem pagar.

Converse com a operadora e peça um limite dentro do que você acha razoável para o tamanho do seu orçamento.

Estabeleça um limite consciente de gastos, para que você não passe por um aperto na hora de pagar sua fatura e acabe arrebentando com seu orçamento doméstico.

Nunca pague o mínimo ou atrase o pagamento da fatura

Sem dúvida alguma, duas das regras básicas de como usar o cartão de crédito são:

  • Nunca atrasar o pagamento da sua fatura
  • Em hipótese alguma pagar somente o mínimo exigido, entrando assim no crédito rotativo do cartão.

Você deve evitar os juros e multas por pagamento atrasado e, claro, o uso do rotativo do cartão, pois os juros cobrados nessa modalidade são estratosféricos.

Caso ocorra uma emergência, será melhor recorrer a um empréstimo bancário para quitar sua fatura.

Os juros são bem mais baixos que os cobrados no crédito rotativo do cartão, e quitar essa dívida será com certeza bem melhor do que deixá-la rolando – em seis meses ela estará custando, no mínimo, o dobro...

Saiba como aproveitar ao máximo seu cartão de crédito

O cartão de crédito, sendo bem usado, pode trazer uma série de economias a você. Muitas lojas fazem promoções para pagamentos à vista de uma compra e consideram o pagamento no cartão dessa forma. Outras vezes, oferecem o pagamento parcelado no cartão sem qualquer tipo de juros.

Sua fatura normalmente é fechada de 5 a 10 dias antes do vencimento e, aproveitando a data certa, você poderá pagá-la com até 40 dias. Uma das grandes vantagens do cartão é poder organizar seu orçamento.

Você pode fazer todas as suas contas no cartão e depois pagar no dia do vencimento da sua fatura. Com isso você terá seus gastos detalhados na fatura e poderá acompanhar seus gastos mensais facilmente.

Caso tenha algum dinheiro aplicado, ele só precisará estar disponível no dia do pagamento. Até lá, estará ganhando com os juros.

Acompanhe sempre as promoções oferecidas pelas operadoras e também pelas emissoras do cartão. Normalmente, são promoções bastante interessantes e vantajosas. Fique atento!

Procure evitar os cartões emitidos por certas lojas, apesar de informarem grandes vantagens e descontos. São cartões que cobram anuidades altas e juros também altos.

Na prática, isso anula qualquer vantagem ou oferta que você teria em suas compras, já que você vai pagar a anuidade e os juros quando tiver necessidade.

Muitas dessas lojas exigem o pagamento somente nas próprias lojas, para que você tenha a “oportunidade” de – quem sabe – gastar mais um pouco no local.

Conclusão

Ensinar como usar o cartão de crédito corretamente e como extrair o máximo que ele pode oferecer é o nosso objetivo. Nunca é demais lembrar: tenha sempre consciência que aquele dinheiro não é seu, mas sim um empréstimo que a operadora concede a você.

Ele deverá ser pago em dia e no valor utilizado para evitar os juros tão altos.

Tenha sempre bom senso na sua utilização e evite as compras por impulso. O cartão é uma ferramenta muito útil para quem sabe usá-la, principalmente quando você viaja.

Evite ao máximo fazer saques com seu cartão no Brasil ou no Exterior. Eles são cobrados e as taxas são altíssimas. Use somente em caso de emergência.

Use esse meio de pagamento com sabedoria e usufrua de suas vantagens.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos

Compartilhe no Facebook

Tem alguma dúvida ou depoimento? Compartilhe nos comentários

Também pode se interessar por