Empréstimo Consignado: vale a pena optar por ele?

17.7.2019 (Tempo de leitura: 7 minutos)

Blog

O Empréstimo Consignado é um produto bastante ofertado em propagandas e peças publicitárias de empresas de crédito. A razão para essa popularidade é que a modalidade não exige uma garantia física (carro, casa) de quem pedir o empréstimo e a credora também não corre tantos riscos.

Mas como isso acontece? E essa opção vale a pena para quem precisar de dinheiro? Essas são algumas das perguntas que iremos responder. Está curioso? Continue lendo então!

O que é empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é diferente dos outros porque ele desconta diretamente no salário do trabalhador ou aposentado. Por ter essa “garantia”, os juros costumam ser mais baixos que outros empréstimos.

Você deve ter notado na publicidade citada que o produto oferecido é acompanhado de “aposentados e pensionistas do INSS”. Isso se deve ao fato que as empresas de crédito aceitam mais facilmente as pessoas que já pararam de trabalhar e recebem da previdência.

A razão para explicar isso é fácil: o pagamento é garantido, enquanto trabalhadores da iniciativa privada podem ser demitidos ou mudar de emprego. Ou seja, existem mais riscos para a financeira.

Isso não quer dizer que não exista empréstimos consignados para funcionários de empresas da iniciativa privada. Entretanto, é necessário ir até o setor de recursos humanos de sua empresa e perguntar qual é a financeira conveniada que oferece esse serviço. Como o pagamento é feito diretamente pelo salário, precisa existir uma ligação e parceria entre a empresa onde você trabalha e a financeira.

Pontos positivos do empréstimo consignado

Há uma série de pontos positivos e negativos ao optar pelo empréstimo consignado. O custo menor com pagamento de juros é um ponto bastante legal para o cliente, já que o peso de cada parcela será menor.

É menor porque o risco de inadimplência também é mais reduzido, já que estamos falando de uma retirada imediata em vez de ter que esperar o pagador separar o dinheiro e realizar o pagamento por conta própria.

Outro ponto positivo é não ter que lembrar de prazos e ainda ser punido com a possibilidade de pagar multas. Como a retirada é imediatamente no pagamento, não há que lembrar-se da data e correr risco de pagar ainda mais taxas.

A rapidez no processo também é algo que vem a calhar, especialmente se o dinheiro for usado em uma emergência. Há menos burocracias, já que não é preciso uma análise de crédito ou das garantias apresentadas.

Por último, por causa da força de sua ligação com a sua fonte de renda (de forma direta), as credoras são mais abertas para quem concedem esse serviço. Então caso seja um banco com contas, você não precisa ser necessariamente ser um correntista para ter o crédito concedido.

Outro impeditivo normal que não será aplicado no empréstimo consignado é estar negativado. Isso não importa para a credora – normalmente – porque o dinheiro das parcelas será retido diretamente no seu salário.

Todos esses pontos citados são bastante positivos, especialmente a questão dos juros menores. Mas claro que nem tudo são flores.

Pontos negativos do empréstimo consignado

Há alguns pontos negativos em optar por essa modalidade de crédito. A mais clara é não poder contar com o salário a sua totalidade, por ele já ser descontado logo no recebimento.

Mas vale destacar que há o atenuante de existir um limite de 30% imposto para esse pagamento, já que mais que isso pode comprometer seriamente a renda de quem pediu o empréstimo.

Outro ponto negativo é não poder pedir um segundo empréstimo antes de quitar o primeiro, já que o compromisso é mais sólido e a sua renda fica mais comprometida.

São pontos que precisam ser pensados. E cabe a você avaliar se os positivos são mais fortes que os negativos.

Para que posso usar um empréstimo consignado?

Há várias utilidades para o dinheiro conseguido com um empréstimo consignado. Vamos citar algumas delas que podem se aplicar a sua situação.

  1. Tenho uma dívida e gostaria de pagar ela

    Ter uma dívida pode ser um grande problema para um orçamento, especialmente porque juros, correção monetária e multas podem fazer o bolo crescer e ficar sem controle. Pedir um empréstimo consignado pode ser de grande ajuda aqui, já que você pode usar o montante para pagar a vista a pendência e lidar com as parcelas de juros menores, mais suaves, mês a mês com seu salário.

  2. Quero crescer profissionalmente e farei um curso

    Nos dias de hoje é fundamental que o profissional sempre se mantenha atualizado e aprendendo. Poder usar o dinheiro conquistado no atual trabalho para pagar um curso que irá te fazer crescer é um investimento ótimo. E com os juros mais baixos do empréstimo consignado esse passo à frente é possível.

  3. Vou viajar com a família, mas não estou com tanto dinheiro em caixa

    A família ganhou membros, você quer dar um descanso mas sua conta não está tão recheada. É familiar essa situação? Então avalie bem ela e calcule se não é melhor pegar um empréstimo consignado em vez de pagar os juros das parcelas da companhia de viagens. Pagar a vista sempre é um excelente negócio porque dá para ter descontos e com o empréstimo consignado você terá juros muito palatáveis. Assim a viagem não trará situações ruins nos meses seguintes à ela.

Como sempre o importante é pesquisar

O mais importante ao fazer uma compra grande ou assumir um compromisso como um financiamento ou empréstimo é pesquisar. Quando se trata do empréstimo consignado a ideia a seguir é a mesma.

A importância de fazer um bom planejamento é ainda maior porque você não poderá contar com uma parte de seu salário por um bom tempo. Isso exige uma correção de rota e até alguns possíveis sacrifícios.

Mas tenha em mente que esse sacrifício é por um bem maior. Especialmente se você tomar um empréstimo consignado para pagar uma dívida: é bem capaz que os juros do crédito consignado sejam muito menores que os da dívida. E por isso vale a pena contrair um empréstimo para pagar pendências.

Mas atenção: faça contas, coloque tudo em um papel e uma planilha e não faça loucuras.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos

Compartilhe no Facebook

Tem alguma dúvida ou depoimento? Compartilhe nos comentários

Também pode se interessar por