Fintech: o que são e como elas podem ser úteis para o seu negócio

26.6.2019 (Tempo de leitura: 7 minutos)

Blog

O mercado de empréstimos é competitivo. Há bancos, cooperativas, instituições financeiras e, recentemente, um novo grupo de empresas surgiu. As Fintech chegaram com a ideia de inovar o setor, oferecendo taxas de crédito competitivas e serviços aliados a tecnologia de última geração.

Mas tudo que é novo causa um certo estranhamento num primeiro momento, certo? Exatamente por isso fizemos questão de trazer até você as informações essenciais sobre esse nicho de mercado. Dessa forma você saberá a resposta para a pergunta: afinal, é seguro adquirir empréstimo de uma Fintech?

O que são Fintechs

Se formos bem objetivos, as Fintechs são empresas que usam da tecnologia para oferecer serviços financeiros a custos bem inferiores aos ofertados no mercado. Para você entender melhor, aí vai um exemplo: bancos costumam oferecer crédito pessoal a taxas pré-estabelecidas, sendo algumas vezes negociáveis.

Porém, uma Fintech oferece uma plataforma digital (eventualmente disponível também para smartphones) e permite aos seus clientes adquirir empréstimos. Por ser pouco conhecida, esse tipo de empresa geralmente conta com taxas inferiores quando comparadas a de bancos.

Tipos de Fintechs

Ao citar que uma Fintech é uma empresa voltada para serviços financeiros a abrangência do termo fica incrivelmente grande. Por isso é importante usarmos uma subdivisão para que você entenda como esse mercado funciona. E, dessa forma, saberá exatamente qual delas é interessante para você.

Controle financeiro

O primeiro tipo de empresa financeira aliada a tecnologia de uma Startup são os negócios voltados para um controle de finanças. Ou seja, você poderá usar um aplicativo para gerenciar suas receitas e despesas. Dessa forma, terá uma administração de seu dinheiro a um valor relativamente inferior ao que é oferecido geralmente no mercado.

Um bom exemplo disso são aplicativos e softwares para gerenciamento de caixa. Com o uso deles você poderá cuidar da saúde financeira da sua empresa. É claro que tudo tem um custo, mas pelo conceito da Fintech ser de um negócio pequeno que está crescendo aos poucos, o investimento tende a ser baixo pelo retorno que você terá.

Antes de selecionar as Fintechs que você mais gosta, o ideal é conferir o que os clientes atuais desses negócios estão falando sobre isso. Com base no testemunho de outros empresários você poderá ter uma noção se investir seu capital nesse tipo de solução é interessante ou não.

Crowdfunding

Um tipo de financiamento que emergiu nos últimos anos foi o Crowdfunding. Para entender o tamanho desse negócio, esse serviço foi responsável por mais de 30 bilhões de dólares obtidos por interessados em abrir ou investir em uma empresa, de acordo com o portal Statista.

O lado positivo de quem faz Crowdfunding é receber recursos de diversas fontes para conseguir completar um projeto. Seja para abrir uma nova empresa, ou simplesmente com o objetivo de investir em seu negócio, você pode submeter um pedido de recurso em uma empresa desse setor.

Por outro lado, não necessariamente você terá acesso aos recursos de uma forma rápida e, possivelmente, serão cobradas taxas. Por exemplo, digamos que você precise de um valor de R$5.000 para fazer determinado investimento. Se for a um banco e pedir um empréstimo rápido terá os recursos, em teoria, disponíveis em menos de 48 horas. Algo difícil de acontecer em Crowdfunding.

Outros

Além dos dois tipos de Fintech citados acima, há também outras empresas que fazem parte desse ramo. Alguns negócios oferecem investimentos em criptomoedas e outros mercados estrangeiros. Com isso, o cliente pode diversificar sua carteira usando uma solução tecnológica.

Independente de saber se é seguro investir em Bitcoins ou não, o importante é conhecer que essas ferramentas existem. Assim, quando você precisar, terá um acesso rápido ao que precisa. Mas, afinal, quais são as grandes vantagens e desvantagens de usar uma Fintech para o seu negócio?

Sem burocracia, mas nem sempre seguro

Quando você obtém um crédito para o seu negócio certamente levará em consideração toda a reputação da empresa que está oferecendo o dinheiro para você, não é mesmo? Isso também vale para uma Fintech. Os bancos possuem diversas regras que precisam cumprir, já as Startups do mercado financeiro nem sempre são totalmente regulamentadas.

Isso pode ser um diferencial. Pois os bancos precisarão cumprir algumas obrigações frente a Comissão de Valores Mobiliários, por exemplo. Mas as Fintechs não necessariamente precisarão responder a todas as regras, já que elas entram como concorrentes do mesmo serviço por custos menores.

Então se você obtém dinheiro de uma Fintech, antes de mais nada, precisa saber se ela é mesmo segura para você fazer a transação. Isso evitará que você tenha transtornos no futuro com relação a disponibilidade do seu dinheiro. E, antes de aceitar qualquer proposta, compare.

Comparação evita problemas

Em um breve resumo vamos elencar as principais vantagens e desvantagens de você usar uma Fintech para obter crédito para você ou para o seu negócio:

VantagensDesvantagens
  • Custo inferior ao de bancos
  • Instituição com pouco tempo de mercado
  • Pouca burocracia para liberar o dinheiro
  • Menor flexibilidade na negociação de taxas
  • Oferta de empréstimo sem garantia
  • Pouca reputação entre os clientes
  • Solicitação disponível via smartphones
  • Mercado menos regulamentado

Como dá para perceber, existem vantagens e desvantagens para adquirir crédito com Fintechs. O importante é você entender em qual situação encontra-se o seu negócio e, dessa forma, estará pronto para decidir qual a melhor solução para que sua empresa continue crescendo.

Vale lembrar que Fintechs também emprestam dinheiro para pessoa física. Mas as taxas nem sempre são as mesmas. Por isso vale a pena fazer uma comparação e ver se realmente a proposta oferecida para você é interessante. Somente assim você realmente verá o impacto financeiro que terá que gerenciar.

Antes de aceitar qualquer empréstimo, lembre-se de acompanhar as notícias, comparar as taxas e ver qual empresa tem a melhor proposta para você. Levando isso em consideração você estará protegendo o seu negócio e sua vida pessoal, e não será surpreendido por dívidas incontroláveis. Aproveite todas essas dicas e comece hoje mesmo a usar esses novos serviços. A inovação no mercado financeiro veio para ajudar você, então use-a a seu favor!

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos

Compartilhe no Facebook

Tem alguma dúvida ou depoimento? Compartilhe nos comentários

Também pode se interessar por